Confirmada a terceira morte ligada ao vírus Zika em Natal (RS)

Ministério da Saúde confirmou o resultado dos exames 10 meses após a morte da vítima

Publicado em 11/02/2016

Ministério da Saúde confirma terceira morte causada pelo vírus zika, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, no Brasil. Uma jovem de apenas 20 anos, morreu no mês de abril do ano passado, em Natal, mas o resultado dos exames foi confirmado apenas agora.
O primeiro caso confirmado aconteceu com um homem que morava no estado do Maranhão e segundo os especialistas, o paciente tinha lúpus, uma doença que afetava o sistema imunológico, e por isso não resistiu ao vírus.
O segundo caso de morte ligada à zika foi o de uma jovem de 16 anos, do município de Benevides, no Pará. O comunicado foi feito pelo ministério no dia 28 de novembro.

Veja Também: Vacina contra o Zika não deve ser concluída em menos de dois anos, diz ministro da Saúde

Ela morreu no final de outubro. Os dados mostram que os sintomas começaram em 29 de setembro, e que a coleta de sangue foi feita sete dias depois, quando o caso foi notificado, em 6 de outubro. Ela apresentou dor de cabeça, náuseas e petéquias (pontos vermelhos na pele e mucosas). “O teste foi positivo para o vírus, confirmado e repetido”, disse o ministério na ocasião.
A doença é transmitida pela picada dos mosquitos da família “aedes”, a mesma que transmite dengue e a febre chikungunya. A prevenção é evitar lixo acumulado e não deixar água parada como criadouro de mosquitos.Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados