Baixa do petróleo faz navios retomarem rotas mais longas

Transportadores utilizam o estoque flutuante e deixam de pagar altas taxas do canal de Suez

Publicado em 14/03/2016

O canal de Suez foi criado no século 19 e é um marco para a engenharia. Após a sua inauguração, embarcações puderam finalmente passar do Mar Vermelho - entre a África e a Ásia - diretamente para o mar Mediterrâneo, podendo economizar semanas de viagem de navio. Foi uma evolução para o comércio mundial.
O canal reduz o trajeto em aproximadamente 11 dias, entretanto, cada vez mais transportadoras estão decidindo evitar a rota que passa por Suex e optando por circundar o Cabo da Boa Esperança, no extremo sul da África. Segundo análise da SealIntel, de outubro a dezembro de 2015, mais de cem embarcações fizeram o trajeto mais longo.


Segundo Bockmann, um dos principais fatores para essa mudança é o preço baixo do petróleo. Isso significa que o combustível que os próprios navios utilizam está muito barato. Com isso, as viagens marítimas estão tão cara quanto nos últimos anos. Mas segundo Bockman, a taxa cobrada para o uso do canal é de cerca de US$350 mil enquanto atualmente há um excesso de oferta de petróleo em todo o mundo.



Veja Também: IBGE: PIB fecha 2015 com queda de 3,8%

“Uma das estratégias de comércio é não vender a carga e ganhar tempo”, diz a analista. Ela conta ainda que alguns navios podem ficar ancorados offshore – uma situação conhecida como “estoque flutuante” na qual eles simplesmente esperam para que o mercado se torne mais favorável à mercadoria que carregam. “O estoque flutuante atingiu um nível recorde em dezembro e praticamente ainda não caiu desde então”, afirma.
Por enquanto, algumas transportadoras decidiram percorrer os milhares de quilômetros a mais em torno do Cabo da Boa Esperança, com a expectativa de que no fim da viagem eles saiam faturando. Às vezes, no mundo do petróleo, o melhor mesmo é tomar o caminho mais longo.
Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados